in

Comer beterraba é bom para a pele e diminui a chance de doenças cardíacas




Anúncios:

A beterraba é um ingrediente muito utilizado na culinária de todo o mundo. Esse vegetal é muito versátil, podendo ser consumido cru ou cozido, em receitas doces e salgadas. Há quem faça apenas salada de beterraba e quem a inclua em tortas, sucos, em vitaminas e em sopas. Saiba que você sempre aproveita os vários benefícios da beterraba, independente do modo que a consome.

Mas antes de, simplesmente, começar a comer porque faz bem, saiba um pouco mais sobre esse tubérculo suculento e de um roxo vivo, tão saboroso e saudável. Para começar, seu nome científico é Beta vulgaris, cultivado pela primeira vez pelos povos romanos. Veja agora quais são suas propriedades nutricionais, benefícios à saúde, cuidados ao consumir e receitas para experimentar.

Propriedades nutricionais
A humanidade cultiva a beterraba há muito tempo, mas inicialmente, eram suas folhas as partes escolhidas para consumido, sendo a raiz desperdiçada. Atualmente essa forma de consumo se inverteu, uma vez que a preferência das pessoas costuma ser por incluir a raiz e não as folhas na alimentação. Mas tanto uma parte quanto a outra são benéficas à saúde e apresentam propriedades ditas medicinais.

Em termos de valor nutricional, ela contém boas quantidades de carboidratos e de açúcar. Ainda assim, é um alimento com baixa caloria. Por incrível que pareça, cozida é menos calórica do que crua. In natura, esse tubérculo apresenta cerca de 32 calorias por 100 gramas. Cozida, por sua vez, os números sobem para 49 calorias.

É composta por potássio, ferro, magnésio, ácido fólico, proteínas e fibras solúveis. As vitaminas A, B6 e C também estão presentes. O betacaroteno se destaca nesse alimento, assim como componentes como betaína e triptofano, dois elementos utilizados em tratamentos contra depressão.

15 Benefícios para saúde

Um dos maiores mitos em relação aos seus benefícios para saúde é sobre sua atuação no combate à anemia. Muito se difundiu por aí que esse alimento combate essa doença porque auxilia na reposição de ferro. Isso é errado, visto que os níveis desse mineral nela são muito baixos. Apesar disso, ela é eficaz na eliminação de inúmeros outros problemas. Confira abaixo.

1. Controla os níveis de glicose
Há poucos séculos foi descoberto que a beterraba era uma boa matéria-prima para a produção de açúcar. Ela, de fato, tem uma concentração de açúcar considerável em sua composição. Ainda assim, o consumo desse alimento, principalmente de seu suco, pode reduzir a glicose no sangue.

A boa quantidade de fibras em sua composição faz com que seu açúcar seja processado lentamente pelo organismo. Por isso o efeito causado no corpo é o oposto de alimentos como chocolates e refrigerantes.

2. Dá energia ao corpo
Dentre os alimentos utilizados por atletas para impulsionar seu desempenho físico, esse é considerado um dos melhores. O consumo diário de 500 mililitros de suco de beterraba pode aumentar em até 16% a resistência em atividades de alto impacto, quando ingerido conforme a orientação nutricional e a rotina do atleta.

O consumo desse alimento cozido, pelo menos uma hora antes de uma corrida, também surge como impulsão da resistência física em corredores.

3. Previne problemas do sistema digestivo
As fibras novamente aparecem como destaque, com sua conhecida capacidade de limpar o sistema digestivo. Elas regulam os movimentos intestinais e mantêm todas as atividades desse sistema operando de forma perfeita. A betaína, por sua vez, outro elemento presente, auxilia a normalizar a acidez estomacal.

4. Regula as funções do fígado
Além da betaína, ela tem em sua composição também a metionina. Ambos elementos ajudam a regular o fígado, já que o desintoxicam. Uma vez que esse órgão funciona corretamente, consegue exercer suas funções com maior eficiência.

5. Diminui a chance de doenças cardíacas
Os antioxidantes auxiliam na diminuição do colesterol LDL, o colesterol ruim. Alem disso, a beterraba tem um importante antioxidante em sua composição, a betacianina. Consumir esse alimento, portanto, pode proteger as paredes de suas artérias, o que previne derrame e outras doenças cardíacas.

6. Ajuda no trato da depressão

Outro dos benefícios é aumentar a sensação de bem-estar, já que ela contém betaína e triptofano. O triptofano é o principal responsável por isso, pois relaxa a mente e diminui sintomas de ansiedade e de estados depressivos. O efeito causado é semelhante ao do chocolate.

7. Pode prevenir demência
Em determinados casos, a ingestão de suco de beterraba por pessoas idosas aumenta o fluxo sanguíneo para o cérebro. Isso ajuda a combater doenças como a demência, que atacam a saúde cerebral. O efeito ocorre porque os nitratos presentes são transformados em nitritos ao entrarem em contato com as bactérias bucais. Os nitritos dilatam os vasos sanguíneos, o que aumento o fluxo de sangue para todo o corpo.

8. Regula a pressão sanguínea
Ao mesmo tempo que os nitratos auxiliam no combate à demência, são eficazes para regularem a pressão arterial. A ingestão do suco, dentro de uma dieta específica para pessoas que sofrem com pressão alta, pode normalizar os níveis de pressão sanguínea.

9. Melhora a atividade sexual
Há séculos a beterraba tem sido usada por diversos povos como um estimulante sexual, já que é considerada um afrodisíaco. Mais recentemente foi descoberto que o responsável por esse efeito é um mineral presente nesse alimento, o boro. O boro está conectado à produção de hormônios sexuais tanto em homens quanto em mulheres.

10. Evita malformação em bebês
O ácido fólico é um dos nutrientes mais recomendados a gestantes, pois é essencial para os tecidos do bebê se desenvolvam corretamente. Além disso, o ácido fólico, presente em boas quantidades nesse tubérculo, é indispensável para que se formem o tubo neural e a medula espinhais do feto.

11. Pode ajudar no tratamento de alguns tipos de tumor
Um dos pigmentos antioxidantes da beterraba, a betacianina, pode ser responsável por reduzir em 12,5% o crescimento de tumores de câncer de mama e de próstata. Mesmo que retardar o desenvolvimento de um tumor não seja o mesmo que curá-lo, já significa muito. Isso pode dar mais tempo de vida ao paciente, além de facilitar o tratamento e a busca pela cura.

Mas atenção, pois o alimento não deve ser usado como tratamento exclusivo e jamais deve substituir as consultas ao médico. Para que ocorra esse efeito, ela deve ser incluída em uma alimentação própria para cada paciente e com acompanhamento profissional.

12. Fortalece a saúde óssea
A beterraba é boa fonte de sílica, um elemento responsável por auxiliar o organismo a metabolizar o cálcio. Como você deve saber, o cálcio é o principal nutriente quando o assunto é fortalecer os ossos. Outros elementos que a compõem, como a vitamina C, o manganês, o magnésio, o cobre e o ácido fólico, também têm papel na proteção da saúde óssea.

13. Ajuda a tratar problemas das vias respiratórias


Anúncios

A sabedoria popular costuma criar remédios caseiros a partir de diversos alimentos naturais. A beterraba, como não poderia deixar de ser, faz parte desses alimentos. O xarope de beterraba, por exemplo, é um dos queridinhos quando o assunto é acabar com sintomas como tosse, acúmulo de muco nas vias nasais e dores de garganta. O suco também é uma das melhores formar de obter os benefícios para essa finalidade.

14. Contribui com a saúde ocular
A vitamina A presente na beterraba é muito importante em especial para a visão noturna. Porém, não deixa de ser importante para a visão a qualquer momento, seja de dia ou à noite. A vitamina C que também compõe esse alimento oferece à saúde dos olhos o seu efeito antioxidante que previne doenças como a catarata e doenças que degeneram a retina.

15. Deixa a pele mais bonita
Assim como seus antioxidantes ajudam a manter a saúde dos olhos, eles fazem o mesmo para contribuir com uma pele bonita, limpa e saudável. Eles tratam a oxidação das células atacadas por radicais livres, ajudando a evitar o envelhecimento precoce e o surgimento de inflamações cutâneas.

Benefícios do suco
Além do xarope, conhecido em algumas localidades do Brasil como lambedor, há o suco feito desse alimento. Eles são semelhantes, e os benefícios que apresentam à saúde são parecidos. Contudo, cabe ressaltar que o suco, contudo, é uma das melhores formas de potencializar seus benefícios.

Aconselha-se sempre a beber o suco logo após o preparo. A exposição da bebida ao calor e ao oxigênio fazem com que ela perca rapidamente a maioria de suas propriedades medicinais. Caso a intenção não seja tomar o suco de imediato, convém armazená-lo em garrafas de vidro bem vedadas.

Malefícios
Apesar dos inúmeros benefícios, ela pode causar efeitos colaterais em algumas pessoas. Justamente porque cada organismo é único, o que pode ser bom para uns, pode ser mau para outros. Dessa forma, esse alimento apresenta certos malefícios que precisam ser levados em consideração.

1. Pode proporcionar acúmulo de cobre e de ferro
Especificamente pessoas que sofrem de Doença de Wilson ou de hemocromatose devem cuidar para não consumirem muito desse tubérculo. Isso pode levar a excesso de cobre e de ferro no corpo. A hemocromatose é um problema que estimula a sobrecarga dos níveis de ferro, enquanto a Doença de Wilson não permite a eliminação do cobre do corpo.

2. Provoca beeturia
Algumas pessoas podem apresentar urina avermelhada após o consumo. Uma determinada parcela da população, no entanto, pode ter esse caso com mais frequência e mais intensidade, inclusive com urina cor de sangue. Essa condição não é exatamente um malefício, tampouco é grave. Algumas pessoas podem entrar em pânico, mas é só o alimento sendo processado pelo organismo.

3. Pode causar diarreias e náuseas
Embora não seja comum, algumas pessoas com sistema digestivo mais sensível podem apresentar diarreias após seu consumo. A ingestão desse alimento, principalmente em excesso, pode provocar fortes dores estomacais e náuseas.

4. Pode provocar pedras nos rins
O oxalato presente nela pode levar ao cálculo renal. Pessoas com histórico de pedras nos rins devem evitar o consumo em excesso desse alimento.

Receitas com beterraba

O suco e o xarope não são as únicas formas de consumir esse maravilhoso alimento. Como ele pode ser comido tanto cru quanto cozido, é uma opção versátil e que pode aparecer em vários tipos de receitas. Normalmente as pessoas consomem esse tubérculo na salada, mas saiba que há formas mais deliciosas de aproveitar esses benefícios. Confira abaixo.

Recheada com arroz integral
Provavelmente você não imaginava que pudesse existir uma combinação tão improvável quanto essa. Mas saiba que ela existe e que é super saborosa e saudável. Não vai lhe exigir muito tempo, tampouco muitos gastos financeiros, já que leva ingredientes baratos e acessíveis. Veja a seguir o que é preciso para fazer esse prato em sua casa.

Ingredientes

Beterrabas cozidas: 2 unidades;
Arroz integral cozido: 1 xícara (chá);
Tomate: ½ unidade;
Ovo cozido: 1 unidade;
Azeitonas: 6 unidades;
Azeite de oliva: 1 colher (sopa);
Suco de limão: ½ unidade.

Modo de preparo

Uma vez cozidas as beterrabas, remova as cascas e faça um buraco no interior de cada uma. Use uma colher pequena;
Após cozinhar o arroz integral, misture a ele as azeitonas, o ovo picado, pedaços de tomate e tempere com azeite e o suco de limão;
Por fim, basta rechear as beterrabas com o arroz integral. Leve à geladeira por não mais que 15 minutos antes de consumir.
Tapioca
Em termos de comidas saudáveis, a tapioca é um grande destaque. Afinal, não é para menos, uma vez que é baixa em calorias e costuma proporcionar saciedade. Que tal, então, misturar beterraba a essa clássica receita? Confira abaixo os ingredientes e o modo de preparo.

Ingredientes

Beterraba: 1 unidade;
Água: ½ xícara (chá);
Tapioca: 4 colheres (sopa).

Modo de preparo

Misture a beterraba e a água no liquidificador. Coe;
Em uma tigela, adicione a tapioca e três colheres do suco da beterraba preparado no liquidificador. Mexa com as mãos até que formem flocos;
Preencha toda a superfície de uma frigideira com a mistura. Doure de um lado, depois do outro. Coloque o recheio e feche a tapioca;
O recheio fica a sua escolha. Pode ser doce ou salgado. Vai depender de suas preferências.
Rolos de beterraba com queijo
Quem gosta de desse tubérculo e de queijo, com certeza vai adorar essa receita. Para que ela fique ainda mais saudável, use um queijo com pouca gordura, como ricota ou cottage. Veja quais ingredientes você irá precisar e como prepará-los.

Ingredientes

Beterraba: 100 gramas;
Leite de aveia: 80 ml;
Farinha: 70 gramas;
Ovo cozido: 1 unidade;
Dente de alho: 1 unidade;
Queijo cottage ou ricota: 200 gramas.

Modo de preparo

Leve ao liquidificador a beterraba, o ovo cru inteiro, o alho picado, o leite de aveia e a farinha. Misture tudo até que se obtenha uma massa homogênea;
Unte uma frigideira com azeite de oliva. Assim que o azeite esquentar, adicionar a massa. Baixe o fogo;
Quando a massa começar a borbulhar, vire-a e espere cozinhar por alguns minutos;
Somente depois que a massa esfriar, você colocará sobre ela o queijo escolhido. Você irá enrolar exatamente como faria com um rocambole. Você pode levar à geladeira para que fique mais firme e possa cortar sem que os rolos se desmanchem.
Você já percebeu que obter os benefícios é muito simples. Além da tradicional salada feita com esse alimento, o suco e o xarope são opções bastante saudáveis. Para quem gosta de cozinhar, existem inúmeras receitas simples que levam a beterraba como ingrediente principal.

Lembre-se, no entanto, de sempre consumir esse alimento com moderação. Inclua ela aos poucos em sua dieta, senão o que deveria ser benéfico poderá lhe trazer problemas. Qualquer dúvida, consulte sempre um médico.


Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você sabia que o chá de hortelã regenera a cartilagem do joelho e do quadril?

Você sente dores no ombro? Então precisa ler o artigo e ver como exercitá-lo corretamente.