in

7 superalimentos para pessoas acima de 50 anos




Anúncios:

Não é segredo que à medida que envelhecemos, nossos corpos começam a enguiçar. Certas atividades que gostávamos de fazer se tornam muito intensas, e alguns de nossos alimentos favoritos podem não mais fazer tão bem para a gente. Felizmente, existem diferentes tipos de mudanças que você pode fazer para retardar o processo de envelhecimento.

Comer uma dieta balanceada é uma das melhores coisas que você pode fazer para estender sua vida e permanecer o mais saudável e vital possível.

Existem alguns alimentos que são bons para você me qualquer idade, mas têm benefícios especiais para aqueles com mais de 50 anos de idade. Estas são todas alternativas saborosas que você pode apreciar. Na verdade, o número 10 é uma sobremesa!

Fique com a gente enquanto revisamos os 11 superalimentos que vão te manter parecendo e se sentindo jovem durante seus anos de ouro.

1. Grãos

Conforme chegamos na meia-idade, o risco de problemas como diabetes 2 e alto colesterol aumentam. Adicionar grãos na sua dieta diária é uma maneira fantástica de reduzir esse risco. Apenas ¾ de uma xícara de feijões ou lentilhas por dia reduz em até 5% o seu colesterol ruim (LDL). Feijão também pode melhorar os níveis de açúcar no sangue em pessoas que já tem diabetes.

Existe uma gama incrível de tipos de feijão e lentilha, e você deve ser capaz de encontrar uma ou duas variedade de que realmente gosta. Apenas lembre-se que se você escolhe feijão enlatado, é melhor lavá-los antes de comê-los, pois alimentos enlatados têm muito sódio

2. Aveia

Risco de doença cardíaca é uma medida de saúde que aumenta dramaticamente em homens acima de 45 anos e mulheres acima de 55 anos de idade. Portanto, quanto maior a quantidade de alimentos redutores de colesterol você puder incluir na sua dieta, melhor. Aveia é ótima devido a um tipo de fibra solúvel chamada beta-glucana. A fibra solúvel se liga ao colesterol durante a digestão e permite que ele saia do nosso corpo, em vez de ficar nas nossas artérias.

Tente comer pelo menos 3 gramas de beta-glucana todos os dias para reduzir o colesterol total e LDL em 5-10%. Vale a pena – foi constatado que pessoas que comem muito aveia têm um menor risco de morte precoce do que as pessoas que não comem. Aveia é algo relativamente barato, portanto não tem desculpa para não torná-la um hábito.

3. Maçãs

As boas e velhas maçãs são fantásticas por diversas razões. Maçãs diminuem o risco de diabetes ao ajudar a regular os níveis de açúcar no sangue. Elas contêm uma média de 5 gramas de fibra, que pode diminuir o colesterol. E as maçãs também contêm uma substância chamada quercetina , a qual é conhecida por reduzir a pressão arterial.

Elas também são uma fonte confiável de vitamina C, potássio e antioxidantes. No entanto, as maçãs aparecem na “lista negra” de resíduos de pesticidas, portanto o tipo orgânico é melhor se você puder se dar esse luxo.

4. Nozes

Um petisco salgado de vez em quando pode ser muito difícil de resistir, mas quando vem na forma de batata ou bolachas, você acaba ingerindo uma quantidade maluca de gordura saturada e sal. Em vez, tente comer nozes. Estudos demonstraram que comer 28 gramas de mistura de nozes e castanhas todos os dias reduz seu risco de parada cardíaca e derrame em 28%.

Não precisa ser uma mistura; qualquer variedade de nozes serve, incluindo o amendoim, que é bem mais barato. Você pode comer um punhado de nozes, ou cortá-las e torrá-las para fazer uma cobertura crocante excelente para saladas, legumes grelhados ou caçarolas.

5. Verduras

Falamos muito sobre alimentos que melhoram sua saúde cardiovascular e metabólica, mas e no que diz respeito ao seu poder cerebral? É aí que entram as verduras. Uma pesquisa recente determinou que pessoas que comem muita verdura como espinafre ou couve, assemelharam-se na capacidade cognitiva a pessoas 11 anos mais jovens que raramente comem esses alimentos.

Uma advertência é que verduras não se dão muito bem com o anticoagulante Coumadin, então converse com seu médico sobre a porção certa se você toma esse medicamento.


Anúncios

6. Bagas

Outro amplificador cerebral fantástico inclui as bagas de todos os tipos. Esta variedade de fruta é rica em certos fitoquímicos, os quais supostamente aumentam o fluxo sanguíneo para o cérebro, ao mesmo tempo em que reduz a inflamação.

O resultado é um declínio mais lento na memória associada à idade e um menor risco de desenvolver doença de Alzheimer. Bagas são ótimas em geral, devido ao seu rico conteúdo em fibras, e variedade de vitaminas e minerais. Se você não consegue encontrar bagas frescas o ano inteiro, as congeladas são tão boas quanto.

7. Iogurte

Já deixamos seu cérebro e sistemas internos cantarolando; e quanto os tônus muscular? A resposta para isso é ingerir proteína o suficiente, e iogurte (especialmente o iogurte grego) pode ser uma ótima fonte. Massa corporal reduzida tende a declinar nos anos finais, e estudos mostram que ingerir proteína diariamente durante o dia pode diminuir esse processo.

Como bônus, o iogurte contém muito cálcio, crucial para preservar a densidade óssea conforme envelhecemos. Mulheres com mais de 50 anos e homens com mais de 70 devem prestar especial atenção à ingestão de cálcio.

8. Cenoura

Já que estamos falando de superalimentos, vamos dar uma olhada nas cenouras. Ela é um legume que pode beneficiar todas as partes do seu corpo, especialmente os olhos, boca, pele e coração. Cenouras diminuem a pressão sanguínea e o colesterol ruim, estimulam seu sistema imune, ajudam na digestão, e diminuem o risco de câncer e doença cardiovascular.

O motivo pelo qual cenouras são boas para você é devido ao seu perfil nutricional único. Que inclui fibras, vitaminas A, B8, C, E e K, minerais como ferro, potássio, cobre e manganês, e vários tipos de antioxidantes, incluindo betacaroteno.

9. Beterraba

Outro legume com uma composição nutricional variada é a beterraba. Comer beterraba regularmente irá te fornecer muita vitamina A e C, bem como ácido fólico, fibra e minerais coo cálcio, potássio, manganês e ferro. Ela é repleta de antioxidantes que podem reduzir seu risco de câncer.

Beterraba também é considerada melhorar o desempenho nos exercícios, prevenindo demência e reduzindo a pressão arterial.

10. Chocolate amargo

Que quer sobremesa? Em vez de dizer que você deve ficar longe de todos os doces, vamos encorajá-lo a comer mais chocolate amargo. Comer cerca de 30-60 gramas por dia pode reduzir o colesterol e a pressão arterial, melhorar a acuidade cerebral e proteger sua pele de danos causados pelo sol (mas continue usando seu protetor solar).

É melhor escolher um chocolate com pelo menos 70% de cacau para obter mais benefício e menos açúcar. Faça isso e obterá uma boa dose diária de potássio, fósforo, zinco, ferro, magnésio, cobre, manganês e selênio. E porque comer chocolate faz a gente se sentir bem, há liberação de endorfinas que alegram o humor.

11. Abacate

Abacate é caro e tem sido ultimamente responsabilizado como o motivo de não sermos capazes de comprar uma casa (mentirinha). Mas eles também são uma fonte muito saborosa de quase 20 vitaminas e minerais, como potássio, cobre, e vitaminas B, C, E e K.

Comer abacate regularmente garante que você obtenha gorduras monoinsaturadas suficientes para a saúde do seu coração, e mantenha uma pressão arterial ideal.

Conclusão

Já está com fome? Muitos dos alimentos da nossa lista podem ser misturados em uma refeição que te fará se sentir bem ao comer. Iogurte ou aveia com algumas bagas misturadas é um café da manhã poderoso. Para o almoço, tente uma salada com verduras, cenouras, abacate e nozes torradas. No jantar, coma feijões e arroz integral, com um bom pedaço de chocolate amargo de sobremesa.

Sinta-se à vontade em misturar esses 11 superalimentos com outras fontes de proteína magra, cereais integrais e laticínios para criar uma dieta balanceada que te manterá sentindo-se e parecendo jovem a sua vida inteira.


Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 coisas que acontecem em seu corpo se você comer uma banana todos os dias

13 sintomas e sinais precoces de diabetes